Verrugas são um problema dermatológico muito comum. Causadas pelo HPV (papiloma vírus humano), são contagiosas e podem ser transmitidas facilmente, com um simples contato de pele com pele. Mas atenção: o vírus HPV possui mais de cem subtipos e os causadores de verruga NÃO são os mesmos que causam câncer!

Existem vários tipos de verruga, com classificação de acordo com sua localização e seu formato:

  • Verrugas filiformes: costumam aparecer no rosto e pescoço das pessoas, geralmente idosas. Possuem formato alongado e fino.
  • Verrugas vulgares: É o tipo mais comum. Costumam aparecer nas mãos, dedos, cotovelos e lugares onde o atrito é maior. Geralmente, acometem em maior número crianças e adolescentes. Seu formato é arrendondado e irregular e pode mudar de cor.
  • Verrugas planas: Menor do que os outros tipos de textura mais macia. É normal que cresçam várias ao mesmo tempo, próximas umas das outras. Apesar de aparecerem em qualquer lugar do corpo, nas crianças são mais comuns no rosto e nos adultos são mais comuns na face e nas pernas.
  • Verrugas plantares: No popular, são chamadas de “olho-de-peixe”. Dolorosas, acontecem na sola dos pés e costumam ser confundidas com calos. Com o peso exercido ao caminhar, esse tipo de verruga acaba achatando-se e crescendo para dentro da sola do pé.
  • Verrugas anogenitais: Localizam-se na região genital, perianal e oral. Possuem textura macia, são úmidas (quando nas mucosas) e rosadas. Podem ser precursoras de tumores malignos como câncer de colo do útero.

Comumente as verrugas desapareçam de forma natural. Caso isso não ocorra, existem inúmeros tratamentos que vão depender do tipo e local, além da idade do paciente. Pode-se usar remédios tópicos a pequenas intervenções cirúrgicas.
É importante ressaltar que não se deve tentar retirar nenhum tipo de verruga por conta própria! Também é necessário evitar coçá-las. Isso pode ocasionar lesões, aumentando as chances de infecção. Sempre procure o seu médico de confiança!

Você também pode se interessar por...