A procura por tratamentos capilares tem aumentado significativamente durante os últimos anos. Tal fato resultou em uma área da medicina destinada a manter os fios capilares saudáveis, denominada tricologia.

De origem grega, a tricologia une os termos “trico”, de thrikos, que significa pelo ou cabelo, com o sufixo “logia”, que identifica um estudo ou campo de conhecimento. Portanto, o termo diz respeito àqueles que se especializam e se dedicam a entender a formação, as características e as doenças que acometem os pelos corporais e o couro cabeludo.

Profissionais que podem se especializar na área de tricologia:

A tricologia é uma especialidade médica que pode ser estudada por diversos profissionais, como dermatologistas, cirurgiões, cosmetólogos e demais profissionais que, em conjunto, pretendem integrar essa área de conhecimento para uma visão ainda mais abrangente do mundo capilar.

Por isso, esses profissionais se especializam em identificar, analisar e corrigir sintomas capilares que exigem investigação.    

Entenda como os tricologistas atuam:

Muitas vezes, uma simples queixa de queda de cabelo pode ser a manifestação secundária de alguma deficiência de vitaminas, doenças capilares ou reumatológicas, entre outros. Por isso, consultar-se com um médico especializado em tricologia é de extrema importância nesses casos.

Os profissionais especializados em tricologia costumam elaborar um diagnóstico preciso de seus pacientes e, a partir daí, os direcionam para tratamentos adequados. Em minha clínica, por exemplo, alguns métodos como o transplante capilar FUE e FUT são indicados.

Além disso, mudanças de hábitos, como uma dieta balanceada e o alívio do estresse, podem ser incluídos na rotina, já que um estilo de vida saudável é fundamental para a melhora da qualidade e da saúde dos fios capilares.

Atualmente, devido a grande procura, a tricologia é uma área que atrai muitos interessados. O número de pesquisas e descobertas de novos protocolos de tratamentos médicos nessa área tem crescido consideravelmente.

Se você tem problemas capilares, consulte seu médico ou entre em contato comigo. Agradeço a leitura!

Você também pode se interessar por...