Assim como a pele, o envelhecimento capilar também ocorre com o tempo. Ao contrário do que muitos pensam, os sinais da idade vão além do aparecimento dos primeiros fios brancos.

Desde seu nascimento, os fios capilares sofrem agressões químicas e naturais. Assim, são necessários alguns cuidados específicos. 

Sinais de envelhecimento capilar

1) Aspereza, ressecamento e quebra dos fios:

Normalmente, o envelhecimento capilar começa a partir dos 40 anos, quando os fios passam por transformações em sua textura. Com a contribuição de químicas de alisamento e coloração, a vida útil dos fios diminui e sua espessura muda, tornando-se fino e ralo. Além disso, começam a aparecer sinais de ressecamento e quebra.

2) Fios ralos, frágeis e indisciplinados:

A perda de volume dos fios costuma ocorrer com o envelhecimento capilar. Sem o tratamento adequado, os cabelos não absorvem a hidratação e as cutículas começam a perder tamanho, o que gera a perda de volume. Além disso, com as escamas da fibra capilar fragilizadas, os fios apresentam sinais de indisciplina, tornando-se mais difíceis de modelar.

3) Cabelos sem brilho e com perda da cor:

Os efeitos do sol, da água quente e escovação, entre outros agentes externos, somados à idade do cabelo, além de transformar a textura, mudam também o aspecto dos fios. O cabelo costuma ficar opaco, principalmente nas pontas, que sofreram mais do que a parte próxima à raiz.

Para quem costuma utilizar tinturas de cabelo, o efeito do envelhecimento capilar pode ser ainda pior, pois além do aspecto sem vida, a cor não consegue se fixar nos fios devido à fragilidade das cutículas da fibra capilar.

Como controlar o envelhecimento dos fios? 

Mesmo não podendo lutar contra a maturidade dos fios e o nascimento dos cabelos brancos, é possível controlar os danos do envelhecimento capilar com a ajuda de nutrição e hidratação.

Ativos que estimulem e preencham o espaço desgastado na fibra capilar, como a queratina e a ceramida, ajudam na perda de volume e na luta contra a fragilidade e a quebra.

Já para controlar o ressecamento e problemas que prejudicam o aspecto saudável dos fios, o mais indicado é investir em produtos hidratantes e emolientes. Esses produtos têm o poder de deixar os cabelos macios e maleáveis.

Como os cabelos tendem a perder a capacidade de absorção de nutrientes, algumas medidas são fundamentais. Além de uma dieta rica em vitaminas , também é importante estimular o couro cabeludo.  Essa prática melhora a irrigação sanguínea e a renovação celular. A massagem, além de relaxante, garante fios mais fortes e resistentes. Além disso, pode ficar ainda mais potente com o uso de produtos vitaminados, como o óleo capilar.

Apesar das dicas, é fundamental procurar um profissional habilitado para recomendar o produto ideal para cada caso. Em caso de qualquer dúvida ou para maiores informações, entre em contato comigo. Agradeço a leitura!

Você também pode se interessar por...