É comum muitos pacientes pensarem que o pós-operatório de transplante capilar é um processo complicado e difícil, o que não é verdade. 

Como em todo procedimento cirúrgico, essa fase exige alguns cuidados especiais que contribuem para a rápida recuperação e para os bons resultados para o paciente.

 A primeira quinzena é crucial, principalmente nos cuidados que envolvem a higiene do local. 

Apesar de serem procedimentos simples, existem três dele que exigem um pouco mais de atenção.

Vou explicar cada um de forma bem detalhada para você, confira.

Como funciona o transplante capilar?

O ideal é que durante as consultas e antes da realização do transplante capilar, o cirurgião responsável explique ao paciente como é feito todo o procedimento e os cuidados que envolvem o pós-operatório. 

Então, vou aproveitar a oportunidade para explicar a você que o transplante é feito a partir da retirada de fios, geralmente situados na parte posterior da sua cabeça ou do pescoço, para serem transplantados na área calva.

A técnica FUE é a mais procurada. 

Todo o procedimento é minimamente invasivo, o paciente recebe anestesia local, não precisa ficar internado, necessitando apenas de alguns cuidados básicos no pós-operatório.

Quais cuidados tomar no pós-operatório de transplante capilar?

No dia seguinte a cirurgia é indicado que o paciente retorne à clínica para a retirada do curativo.

Nessa hora também é lavada a cabeça e ensinado a como higienizá-la corretamente. 

A partir disso, não serão mais usados curativos e o paciente será mais uma vez orientado sobre medidas que ele precisa tomar para evitar machucar o local.

Entre as principais estão:

  • dormir de barriga para baixo,
  • utilizar um travesseiro adequado,
  • repousar,
  • ter uma alimentação equilibrada,
  • evitar baixar a cabeça e expô-la ou calor,
  • usar a medicação prescrita pelo cirurgião,

Além dessas medidas preventivas, existem três cuidados especiais no pós-operatório de transplante capilar que irão contribuir de forma efetiva na recuperação e no bom resultado:

Não remover as crostas

É comum surgirem pequenas crostas na região e é proibido retirá-las. Elas devem cair naturalmente.

Para ajudar na remoção, o cirurgião pode recomendar o uso de óleo puro, aqueles utilizados em bebês, após o sétimo dia da cirurgia.

Aplica-se o produto a noite e pela manhã é realizada a lavação.

Lavar a cabeça diariamente

Lembra que eu falei que no dia seguinte da cirurgia o paciente retorna à clínica para retirar o ponto e aprender a lavar a cabeça?

Um dos cuidados essenciais no pós-operatório de transplante capilar é realizar esse procedimento de lavação, conforme a orientação recebida, até a retirada dos pontos cirúrgicos, que gira em torno de 15 dias.

Geralmente é indicado o uso de uma bacia ou um recipiente pequeno com água morna ou fria para a limpeza do local nesse período.

Não use secador e nem friccione o local com a toalha, o ideal é deixar secar naturalmente.

Usar shampoo neutro

Nos primeiros quinze dias, ou até os pontos serem removidos, é recomendado apenas o uso de shampoo neutro. Preferencialmente os usados por bebês.

Viu, como não é difícil e nem complicado o pós-operatório de transplante capilar?

Agora que tal continuar a leitura para saber sobre a importância do cuidado com a saúde capilar: a calvície é silenciosa?