Quando surgem soluções mais avançadas para auxiliar em tratamentos de beleza e estética, é comum surgirem mitos e verdades sobre elas e com o transplante capilar não é diferente. A calvície, também chamada de alopecia, que incomoda praticamente todo mundo, até mesmo os menos vaidosos, tem tratamento.

O transplante dos fios é uma das soluções estéticas mais eficazes para resolver a alopecia androgenética, devolvendo a autoestima e o bem-estar a quem tem esse problema. No entanto, o bombardeio de informações desencontradas sobre o método faz com que muitas pessoas deixem de procurar o tratamento e usufruir de seus benefícios.

Continue a leitura e confira alguns mitos e verdades sobre a cirurgia capilar.

Mitos e verdades sobre o transplante capilar que você precisa conhecer?

Os transplantes de cabelo evoluíram se constituindo em um tratamento altamente eficiente e definitivo para a calvície. Eles podem ser feitos em praticamente todos os tipos de cabelos e em variadas idades.

Mas, ainda existem muitos mitos que geram confusão sobre o método, deixando as pessoas receosas para procurar ajuda.

Conheça alguns deles:

O transplante capilar utiliza cabelo de outra pessoa

Mito! 

Todo o procedimento cirúrgico do transplante de fios é realizado com cabelos do próprio paciente, ou seja, somente ele é o doador.

Esse método elimina o risco da rejeição que é bem comum nos demais transplantes de órgãos, o que torna os resultados mais positivos.

O paciente sente muita dor durante o procedimento

Mito!

Todo procedimento cirúrgico do transplante capilar é realizado em ambiente hospitalar devidamente equipado e com anestesia local. O paciente também é levemente sedado para não ficar muito agitado durante todo o período da cirurgia.

Por isso, é indolor!

É possível reconstruir áreas extensas afetadas pela calvície

Verdade!

É possível replantar áreas extensas do couro cabeludo afetadas pela calvície, mas, precisamos destacar dois pontos importantes. O primeiro é que o paciente precisa possuir uma área doadora suficiente para a restauração. O outro é que o médico-cirurgião especializado em transplante utiliza de técnicas avançadas como a FUE, que permite a realização de uma cirurgia ampla.

A técnica possibilita uma introdução maior de fios, distribuindo-os uniformemente no local afetado pela calvície e promovendo um aspecto de densidade maior.

O cabelo transplantado cairá após alguns anos

Mito!

É importante informar que tantos os cabelos transplantados como os situados ao redor da região reconstruída podem apresentar queda, isso é um fenômeno normal chamado queda pós-traumática.

Essa condição não significa que os fios transplantados serão perdidos, pelo contrário, todo fio reconstruído é permanente e vai cair, nascer e crescer naturalmente.

A região doadora se mantém preservada

Verdade!

É importante e necessário compreender que o transplante capilar consiste na redistribuição dos folículos capilares tendo como objetivo melhorar todo o aspecto da calvície.

Um cirurgião experiente e especializado sabe fazer a análise e a escolha da melhor região doadora e proceder à retirada dos mesmos de tal forma que toda a área se mantenha preservada e com aparência natural.

A cicatriz é imperceptível

Verdade!

A alta tecnologia utilizada no procedimento deixa apenas uma cicatriz puntiforme, ou seja, um micro ponto que é praticamente invisível. Isso acontece porque a técnica FUE utiliza de tecnologia em que os fios são retirados um a um, fazendo com que o local fique sem cicatrizes.

O efeito final será um cabelo natural?

Verdade!

O resultado de um transplante capilar é um uniformemente distribuído e com aspecto natural e bonito. Para isso, o procedimento precisa ser realizado em um ambiente hospitalar adequado, usando as tecnologias modernas e coordenado por um médico-cirurgião especializado na área.

Agora que você conheceu os mitos e as verdades sobre o transplante capilar, que tal agendar uma avaliação para iniciar o mais eficaz tratamento contra a calvície? Será uma satisfação ajudar você a recuperar sua beleza e autoestima.