As temperaturas baixas do inverno podem ajudar a desencadear diversas doenças de pele.

Além disso, a estação contribui para o ressecamento da pele, sejam por hábitos como banhos quentes, ou pela baixa umidade do inverno.

Outro fato que vale a pena ser ressaltado, é que durante o inverno, suamos e produzimos menos sebo, ocasionando em uma redução do filme protetor natural da pele. Essa barreira protetora é responsável por proteger o corpo contra o frio, fungos, bactérias e poluentes do ar.

Sendo assim, uma que essa barreira protetora é comprometida, ficamos propensos à coceira, alergias, irritação e ressecamento da pele.

Continue a leitura e confira algumas lesões cutâneas que podem se agravar durante o inverno, e como tratá-las:

1) Dermatite atópica:

A dermatite atópica costuma acometer principalmente crianças, principalmente as que apresentam algum tipo de alergia respiratória. Pacientes com a doença possuem deficiências na barreira da pele e, consequentemente, apresentam uma proteção contra infecções e irritações reduzidas.

Desse modo, esse tipo de dermatite agrava-se no inverno, causando o ressecamento da pele, manchas esbranquiçadas, aspereza, vermelhidão e inflamação com uma intensa coceira das áreas lesionadas.

2) Dermatite seborréica:

Continue lendo:  Doenças do Couro Cabeludo: Caspa, Alopécia Areata, Foliculute e Eflúvio

Esse tipo de dermatite costuma agravar-se no inverno, por conta de banhos muito quentes, que ressecam a pele. Comumente confundida com a caspa, a doença acomete homens e mulheres, causando coceira, descamação e irritação na área lesionada.

3) Psoríase:

A psoríase é uma doença de pele auto imune que costuma ser crônica e inflamatória. A doença agrava-se em temperaturas mais baixas, devido ao ressecamento da pele, causando o aparecimento de placas avermelhadas e coceira na pele.

Para tratar essas doenças, alguns cuidados são fundamentais, como evitar banhos muito quentes, manter a pele sempre hidratada com água e água termal e investir em hidratantes dermatologicamente indicados.

Vale ressaltar, que em caso de vermelhidão ou coceira excessiva na pele, um profissional deve ser contatado imediatamente.

Em caso de qualquer dúvida ou para maiores informações, entre em contato comigo. Agradeço a leitura!

Você também pode se interessar por...