As feridas na pele podem aparecer a partir de pequenos arranhões e tomar proporções preocupantes.

Qualquer situação que prejudique a integridade da cútis precisa ser avaliada, pois pode ser de fácil cicatrização como vir a necessitar de tratamentos complexos.

Muita gente não sabe, mas a pele é o maior órgão do corpo humano e é fundamental para o seu funcionamento, pois:

  • evita a perda desnecessária de líquido,
  • impede a penetração de patógenos,
  • protege o corpo contra a radiação.

Além disso, ela é a responsável pela percepção de estímulos externos, como o calor, frio e pressão.

Cuidar das feridas da pele é imprescindível, pois, evita-se muitos problemas que poderiam ter sido minimizados. 

Neste artigo, apresento as 3 principais causas de lesões. Continue lendo e saiba mais a respeito!

Tipos de feridas na pele

Antes de tratarmos das causas, vale a pena conhecer os tipos de feridas existentes. Basicamente, elas se dividem segundo o tempo de resposta para os tratamentos:

Feridas agudas

As feridas agudas são aquelas recentes e que respondem rapidamente aos tratamentos, portanto, são de fácil cicatrização.

Geralmente, são aquelas que surgem a partir de:

  • incisões cirúrgicas,
  • acidentes,
  • queimaduras,
  • traumas,
  • cortes.

Feridas crônicas

As feridas consideradas crônicas são aquelas que não cicatrizam no tempo esperado e não respondem de forma adequada aos tratamentos.

Elas exigem maiores cuidados médicos, pois, apresentam complicações recorrentes.

Normalmente, são associadas a doenças pré-existentes, como, por exemplo, insuficiência venosa e diabetes.

São exemplos de feridas crônicas:

Quais as principais causas para as feridas na pele?

Conhecendo o que são e os tipos existentes de feridas na pele, vamos as suas causas. Para facilitar o seu entendimento, vamos dividi-las em três possibilidades:

Cirurgias

As feridas podem surgir através das cirurgias, quando a pele precisa ser cortada por um instrumento, como o bisturi.

Nesses casos, elas são limpas, possuem bordas regulares e podem ser reconstruídas.

Traumas

As lesões ocorridas a partir de um trauma são aquelas que acontecem de forma acidental.

Podem ocorrer a partir de objetos cortantes, perfurantes ou através de traumatismo das partes moles, edemas e hemorragias.

Também podem ser geradas por acidentes envolvendo produtos químicos, como ácidos, iodo e, até mesmo, cosméticos.

Por fim, também são conhecidas como feridas traumáticas as que surgem a partir do frio, calor e radiação.

Úlceras

A terceira possibilidade e causa das feridas diz respeito às lesões ulcerativas.

Elas surgem a partir das doenças que impedem uma boa circulação sanguínea, causando alterações vasculares, além das complicações geradas através do diabetes.

O câncer de pele é outro problema que, muitas vezes, se inicia com uma pequena mancha ou pinta e que só é diagnosticado quando a situação se torna preocupante para o paciente.

Quando procurar um médico?

A busca por profissionais da saúde é sempre uma maneira inteligente de se evitar complicações.

Além do médico identificar o problema a partir de exames e avaliações, é fundamental que a ferida na pele seja tratada da maneira correta e adequada, evitando agravar a situação.

Em muitos casos, condições complicadas poderiam ser evitadas caso as lesões fossem identificadas a tempo, possibilitando um tratamento adequado.

Porém, a procrastinação na busca por recursos médicos e o uso de receitas caseiras continuam causando muita dor e sofrimento.

Se no seu meio social, alguém sofreu algum tipo de ferimento, fique atento e não tenha dúvida em buscar um auxílio de especialistas, pois, muitas vezes, o que parece ser algo simples pode se transformar em um problema de sérias repercussões.

Coloco-me à sua disposição para avaliarmos situações que envolvam feridas na pele e que podem, a partir de um diagnóstico de qualidade, serem tratadas de forma a resolver o problema e garantir qualidade de vida para você e sua família. 

Faça contato e agende uma consulta!