Ao contrário do que muitos pensam, o público masculino também pode sofrer com as estrias. 

É muito comum observarmos homens que praticam exercícios físicos com estrias nos braços e no peitoral.

Continue a leitura e descubra o que são as estrias masculinas e como tratá-las.

Fatores que contribuem para o aparecimento das estrias

Normalmente, as estrias formam-se quando há um estiramento da pele, que no geral é causado por um aumento do volume corpóreo.

Nos homens, é mais comum que essas lesões surjam durante a adolescência, pois nesse período há um crescimento acelerado do corpo e alterações hormonais. Esses fatores colaboram para que a pele estique demais e as estrias apareçam.

Além das causas genéticas, o efeito sanfona e o exagero na hora da malhação também contribuem para seu aparecimento.

As estrias que ocorrem na região dos braços, nada mais é que uma hipertrofia, ou seja, um aumento de massa muscular dos bíceps. Esse crescimento tenciona a fibra responsável pela elasticidade da região, provocando as lesões de estria.

Conheça os dois tipos

As estrias podem manifestar-se de duas formas diferentes, sendo avermelhadas ou brancas. Dependendo do tom de pele do paciente, as marcas avermelhadas podem parecer arroxeadas.

1) Estrias vermelhas ou arroxeadas: 

Na fase inicial, as marcas são avermelhadas ou arroxeadas e podem ser levemente elevadas. Possuem essa coloração devido ao rompimento de capilares sanguíneos, ou seja, pequenos vasos encontrados na pele.

2) Estrias brancas:

As estrias mais antigas são brancas e podem apresentar um leve enrugamento. Apresentam esse aspecto devido à atrofia dos melanócitos e diminuição de melanina, substância responsável pela pigmentação da pele.

Por não receber mais a devida irrigação sanguínea no local, a capacidade de regeneração é mais complicada em relação às avermelhadas.

Medidas preventivas

Uma forma de evitar o aparecimento das estrias é manter a pele sempre hidratada. Para isso, invista em loções hidratantes à base de vitamina E. 

Ingerir bastante água e adotar uma dieta balanceada também são medidas fundamentais para a hidratação e elasticidade da pele.

Formas de tratamento

A estria não tem cura. Uma vez que representam um rompimento das fibras, não há mais materiais de regeneração no local. 

Porém, se diagnosticadas na fase inicial, a chance de redução das marcas acaba sendo bem maior e os tratamentos menos nocivos.

Há uma procura muito grande por tratamentos estéticos. Os mais indicados são tratamentos a laser e tratamentos à base de ácidos. Em alguns casos, esfoliação e cosméticos hidratantes também são indicados.

Vale ressaltar que um profissional habilitado é quem deve indicar o melhor tipo de tratamento para cada caso.

Em caso de qualquer dúvida ou para maiores informações, entre em contato comigo. Agradeço a leitura!

Você também pode se interessar por...