O envelhecimento precoce é o  desgaste acelerado da pele e dos cabelos, podendo ocorrer ainda na juventude através de agressões externas ou internas. Apesar de envelhecer ser uma condição natural do corpo humano, temos a opção de chegar à melhor idade com o organismo mais forte e saudável, sem precisar passar por isso antes do tempo.

De acordo com especialistas da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), o envelhecimento precoce da pele é a presença de rugas, flacidez e manchas em uma idade em que , normalmente, outras pessoas da mesma faixa etária não apresentam tais características.

Porém, não é só a pele que apresenta sintomas de envelhecimento precoce, os cabelos também podem sentir os efeitos do envelhecimento antes do tempo.

Confira abaixo alguns sinais de envelhecimento precoce da pele e dos fios, e como preveni-los:

1) Perda da cor natural dos cabelos:

A genética é a causa mais comum dos fios brancos na juventude. O aparecimento dos fios brancos antes do tempo pode ser causado ou pela genética, através da alteração do gene IRF4, fazendo com que as células produtoras de melanina diminuem de quantidade; ou por doenças no couro cabeludo, como é o caso da poliose e da alopecia areata.  

2) Redução da densidade dos fios capilares:

A perda de aminoácidos e proteínas essenciais para a saúde capilar, como por exemplo a queratina, faz com que os cabelos fiquem ralos e sem forças, contribuindo para o desgaste dos fios.

3) Olheiras e manchas na pele:

A exposição solar excessiva e sem a devida proteção, contribui para o aumento da produção de melanina, além de diminuir a espessura da pele local, fazendo com que manchas e olheiras se tornem mais evidentes.

4) Rugas:

As primeiras rugas de expressão facial podem ser observadas aos 25 anos, e acabam sendo mais comuns em pessoas que ficam expostas por mais tempo à radiação solar, poluição, tabagismo, álcool e à uma má alimentação.

5) Flacidez:

A partir dos 30 anos, o corpo começa a entrar em um processo degenerativo em relação à produção de colágeno e elastina, que levam à perda de firmeza e elasticidade da pele. Além disso, fatores como má alimentação, exposição excessiva ao sol, estilo de vida sedentário e estresse também podem contribuir para uma pele menos elástica e a um envelhecimento precoce.

6) Ressecamento da pele:

O processo de envelhecimento precoce acomete na perda de ácido hialurônico, proteína responsável por manter a hidratação cutânea. A perda desta substância deixa o rosto sem viço e acaba levando-o ao ressecamento.

Investir em cosméticos com propriedades anti-idade e com fator de proteção solar com FPS 30 ou superior, atividades físicas e em uma dieta alimentar balanceada ajudam na prevenção desses sinais. Além disso, o uso de produtos capilares específicos para cada tipo de cabelo, cremes hidratantes e reconstrução capilar também auxiliam na saúde dos fios.

Esses são alguns sinais de envelhecimento precoce dos fios e da pele. Em caso de qualquer dúvida ou para maiores informações, entre em contato comigo. Agradeço a leitura!

Você também pode se interessar por...