O frio chegou e com ele também aparecem as tradicionais doenças de inverno.

 

Elas acometem pessoas de todas as idades e podem se manifestar de várias maneiras.

 

No inverno é normal a imunidade do corpo baixar e isso faz com que vírus e outros agentes tomem conta do nosso organismo, desencadeando algumas doenças infecciosas.

 

Fatores como a temperatura mais baixa, o ar seco e as aglomerações ajudam na transmissão dessas enfermidades. 

 

É comum também a maior permanência em ambientes fechados e sem entrada de Sol, o que aumenta a umidade e mofos, facilitando a proliferação de agentes alérgenos. 

 

Nesse post vou falar de algumas doenças comuns durante o inverno, porque elas surgem e como preveni-las. Confira!

 

As doenças comuns de inverno

 

O inverno é conhecido como a época que causa superlotação nos serviços de emergência e internações dos hospitais. 

 

Várias são as doenças de inverno e na maioria das vezes elas afetam o sistema respiratório, outras podem afetar a pele. 

 

As mais comuns são: 

 

Gripes e resfriados

 

Embora muita gente faça confusão gripe e resfriado são males distintos.

 

A confusão se dá porque ambas as doenças têm sintomas semelhantes, mas, é preciso compreender suas diferenças.

 

O resfriado é causado por um rinovírus e de forma geral é mais leve podendo durar de três a cinco dias. 

 

A pessoa pode apresentar coceira no nariz ou irritação na garganta e pode ser seguido por espirros e secreções nasais. Na maioria das vezes não apresenta febre ou ela é baixa. 

 

A gripe é causada pelo vírus influenza e seus sintomas são repentinos. 

 

A pessoa apresenta febre, dores no corpo e cansaço. Eles tendem a diminuir entre o segundo e quarto dias, mas, tosses, espirros, obstrução e secreção nasais podem aumentar. 

 

A melhor forma de prevenir a gripe é tomando a vacina e evitar ambientes fechados de uso coletivo. 

 

Asma e bronquite

 

Outras doenças de inverno bem comuns e que as pessoas também fazem confusão são asma e a bronquite

 

Continue lendo:  [:pb]Você sabia que a calvície pode estar associada também ao estresse?[:]

A bronquite é a inflamação dos brônquios e geralmente é originada pelos vírus causador da gripe. 

 

Geralmente a pessoa apresenta:

  • tosse,
  • catarro,
  • cansaço,
  • febre,
  • dor no peito. 

 

Já a asma é caracterizada pelo afilamento das vias respiratórias como resposta a alguns estímulos e seus sintomas são: tosse seca, chiado no peito e dificuldade para respirar.

 

Ela pode ser alérgica ou não. A alérgica é muito comum nas crianças e pode ser causada pelos agentes alérgenos presentes na poeira, ácaros, fungos e pólen.

 

Manter ambientes limpos e ventilados ajuda na prevenção. 

 

Outras doenças de inverno comuns são:

  • amidalite,
  • otite,
  • alergias,
  • sinusite,
  • rinite. 

 

O que pouca gente presta atenção é que nos dias frios aumentam também as doenças de pele

 

Entre elas:

 

Dermatite seborreica

 

De forma geral, o inverno ajuda no aparecimento da dermatite seborreica, doença que causa descamação e vermelhidão tanto na pele masculina como na feminina. 

 

O uso de bonés, lenços, toucas para aquecer a cabeça diminui a ventilação no couro cabeludo e aumenta a umidade na região.

 

Também é comum usarmos água muito quente para o banho, o que aumenta a oleosidade do couro cabeludo.

 

Essas situações favorecem a proliferação de fungos que facilitam o surgimento da dermatite seborreica, que se não for cuidada pode causar a perda dos cabelos.

 

Outras doenças de inverno que afetam a pele são:

  • dermatite atópica,
  • alergias como psoríase,
  • ictiose vulgar.

 

Elas causam ressecamento, alterações e podem apresentar coceira, vermelhidão e ressecamento em todo o corpo. 

 

O ideal é contar com a ajuda de um profissional para orientar o uso de medicamentos e produtos específicos sempre que surgir uma doença.  

 

Agora que você sabe quais são as doenças de inverno mais comuns, não esqueça que estou a disposição para ajudá-los na hora de cuidar dos seus cabelos! Acesse meu site e agende sua consulta.