A saúde do corpo e da mente impactam diretamente na sua saúde capilar. É importante reconhecer as diferentes maneiras pelas quais seus cabelos podem refletir o que está acontecendo internamente em seu corpo.

É bastante comum receber pacientes em busca de tratamentos para a calvície, queda, e demais problemas capilares. A recomendação é, em primeiro lugar, observar como anda o funcionamento do seu organismo.

Como o corpo e a mente interferem na saúde capilar

O cabelo funciona como uma reserva metabólica sendo um termômetro da saúde geral do corpo. Quando acontece alguma doença, como inflamação ou infecção, ou há o desequilíbrio metabólico e hormonal, ocorre o redirecionamento dos nutrientes dos órgãos menos vitais para os mais vitais. 

Se o corpo possui uma boa saúde e o fator de desequilíbrio é suave e dura pouco tempo, esse redirecionamento funciona sem grandes problemas para a saúde capilar. Caso contrário, você pode sofrer com diversas consequências, como por exemplo a alteração de cor ou textura, queda e perda de vitalidade.

 

Quais os fatores da perda da saúde capilar?

Certos aspectos da sua vida podem ter um impacto no seu cabelo. Existem partes do seu estilo de vida que podem ser um fator na perda de cabelo, como sua dieta, clima, ingestão de álcool, estresse e até quantas horas você dorme por noite.

Ansiedade e estresse são tecnicamente duas condições separadas, no entanto, elas se misturam. A ansiedade pode causar tricotilomania que é um impulso urgente e irreprimível da pessoa arrancar o próprio cabelo ou pelos, seja do couro cabeludo, sobrancelhas ou outras partes do corpo.

Sintomas da depressão, como mau humor, desânimo, baixa autoestima e sensação de fadiga, podem ser fatores na redução da fase de crescimento do cabelo, levando à perda o mesmo. Também é importante observar que alguns medicamentos antidepressivos podem ter efeitos colaterais que podem causar queda de cabelo.

 

Melhorando a saúde do corpo e da mente

Existem algumas formas de equilibrar a saúde corporal e mental, e ter uma melhora significativa na saúde capilar sem a necessidade de intervenção médica. Deixo abaixo algumas dicas:

  • Ingestão de alimentos ricos em vitamina A, como a cenoura;
  • Dormir 8 horas por noite;
  • Beber bastante água;
  • Cultivar hábitos saudáveis de lazer, como a leitura de um livro ou passar um tempo de qualidade com pessoas queridas;
  • Não fumar;
  • Evitar o consumo excessivo de álcool.

Espero ter ajudado a todos e todas a encontrar um equilíbrio para o bom funcionamento da saúde capilar.

Caso tenha alguma dúvida, me coloco à disposição para esclarecer. Agradeço a leitura!

Você também pode se interessar por...